Pesquisadores da Universidade da Califórnia, EUA, assim descreveram o novo polímero que eles acabam de criar.

Sim, o deram o nome de Wolverine, um dos mais importante personagens da série X-Men.

Este polímero é capaz de consertar qualquer “defeito” que sofra de forma quase instantânea.

O novo material se autocura após cortes radicais e ainda é um condutor elétrico muito especial, um condutor iônico, assim como nossos neurônios.

Os íons dos materiais podem fluir livremente através dele, abrindo um leque de possibilidades de uso e ainda pode ser esticado a até 50 vezes seu tamanho original sem se romper. Pra finalizar, ainda é transparente.

Estamos diante de um “polímero mutante”?

Fonte: Inovação Tecnológica